DECORAÇÃO: 12 DICAS PARA MELHORAR QUALQUER AMBIENTE!

DECORAÇÃO: 12 DICAS PARA MELHORAR QUALQUER AMBIENTE!
Vote nesse post!

Olá, você!

Vou te contar um segredinho sobre nós, designers: não existem regras que controlem o que fazemos ao compor um projeto.

Como somos pessoas criativas por natureza, nosso hobby é imaginar, sonhar e explorar, mas sempre seguindo nossa intuição. Porém existem alguns princípios que nos guiam para garantir um excelente resultado final.

Geralmente, são coisas que já experimentamos antes e vimos que da certo.

E a melhor parte é que qualquer um pode usar esses princípio, e aos poucos, começar a desenvolver sua própria intuição criativa e que pode romper regras.

Se você adora dicas como essa de decoração, aposto que vai adorar os posts:

Sabe aquela sua amiga, ou aquele seu amigo que esta NECESSITANDO de dicas pra fazer aquela reforminha básica? Então, compartilha com eles esse post, poxa:

1. Escolha a paleta de cores por último!

 

Cada casa tem suas próprias características arquitetônicas. E a cor, é percebida em cada lugar de forma diferente, devido a esses detalhes, como a quantidade  iluminação que cada ambiente recebe.

Então o conselho aqui é deixar a paleta de cores por último no desenvolvimento de um projeto. Primeiro, leve em consideração:

  1. A função do cômodo
  2. A quantidade de tempo que será usado por dia
  3. A quantidade de iluminação natural que receberá
  4. A quantidade de iluminação artificial que terá
  5. Entre outros aspectos, que podem variar de caso para caso

Depois de ter todas essas informações claras contigo, você poderá ter mais clareza na hora de determinar as cores que irão compor esse ambiente.

2. Não encha o ambiente de móveis!

As vezes temos um montão de móveis que gostamos, e que queremos usar na decoração de algum espaço. Porém é importante aqui resistir ao desejo de coloca-los TODOS ELES em uma sala, por exemplo.

Muitas vezes esquecemos que o espaço é super importante para circular com facilidade nos ambientes. Então, devemos considerar os espaços vazios como parte do projeto de atualização do ambiente.

E isso é uma ótima notícia se você estiver trabalhando com um orçamento apertado.

Gaste o seu orçamento disponível com menos quantidade de peças, porém com uma qualidade melhor.

3. Pendure suas obras de arte na altura certa.

Pendure seus quadros e obras de arte na altura do olhar humano, que varia de 1.50m a 1.70m do piso.

Havendo necessidade, claro que você vai ajudar essa medida, mas o ideal é deixar o mais próximo da linha do olhar de quem mais frequenta aquele ambiente.

4. Distribua bem a mobília em seu tapete.

Basicamente existem três formas que você pode organizar os móveis em seu tapete.

Tudo dentro: O tapete é grande o bastante para colocar todas as peças do mobiliário em cima dele. Desse jeito cria-se uma sensação mais luxuosa.

Apenas lembre-se de deixar uma margem em toda a superfície do chão, nos quatro lados do tapete. Para um acabamento mais sofisticado

Tudo fora: Quando o ambiente é pequeno, a melhor opção pode ser manter todos os móveis para fora do tapete.

Aqui, depende muito do ambiente. E pense bem como você vai fazer isso, pois você não quer escolher um tapete muito pequeno, que o faça parecer insignificante no projeto

Escolha uma medida de tapete que pareça que ele está quase tocando as pernas dianteiras de cada um dos móveis.

Esta uma boa maneira de usar tapetes que tenham  um padrão texturizado maior.

Bem á frente: Coloque apenas os pés da frente de todas os seus móveis no tapete.

Assim passa a sensação de uma unidade no arranjo do mobiliário, e visualmente cria um espaço bem definido.

5. Resista a vontade usar um só estilo de decoração.

Sabe quando somos apaixonadas por estilo de decoração? Então, vamos supor que esse estilo é o Náutico, com sua paleta azul e branco, com algumas pinturas de veleiro.

Mas parando para pensar, se montamos conforme manda o protocolo, falta individualidade no projeto! A dica então é mesclar estilos diferente de decoração, tentando ao máximo não recorrer aos óbvios clichês.

6. Crie um ponto focal.

Escolha qual decoração, tecido, móvel, obra de arte e etc, você quer destacar num projeto e faça disso seu ponto focal para um projeto.

Os outros elementos são importante na decoração, como um personagem secundário.

Opte por aquele detalhe que mais chamar atenção no espaço. As vezes é uma iluminação, uma estante, e até mesmo um eletrodoméstico design que você queria realçar.

7. Considere as linhas de composição do ambiente.

Seu ponto focal deve ser obvio na composição do ambiente, então é preciso pensar também na circulação e como nosso olhar percorre aquele ambiente em questão.

É por isso que o melhor local para um ponto focal é geralmente em frente à entrada do ambiente.

8. Edite suas coleções.

Se a peça de coleção não combina com a decoração, é preciso saber a hora de não usa-la como pretendia. Se esse objeto não está funcionando, encontre um novo espaço na casa para ele (talvez em um local diferente).

9. Cuide da escala das coisas.

Muitas vezes coisas que parecem lindas e maravilhosas na loja, pode parecer um elefante no ambiente quando você tenta encaixar.

Ou acontece o contrário: é muito pequeno para ter significado.

Então aqui é importante se atentar a escala dos objetos e como eles serão compostos na decoração. Uma grande parede, pede por um grande objeto. Assim como um espaço menor, precisa de algo que o preencha e não o supere.

10. Brinque com camadas de iluminação.

Usar somente uma iluminação ambiente, não traz aquele drama positivo para uma bela composição.

Os Profissionais sabem bem disso, e por isso sempre buscam construir camadas de iluminação trazer mais interesse para o projeto.

Em uma sala onde tudo é iluminado uniformemente, nada é realçado.

Então a dica aqui é adicionar uma iluminação ambiente geral e alguma iluminação mais baixa, como lâmpadas de abajur, pendentes, arandelas entre outros exemplos.

11. OUSE!

Personalidade é o melhor ingrediente de um projeto de decoração. Divirta-se. A prática leva a perfeição, então quanto mais você tentar, mais compreenderá o que funciona e o que não funciona.

Invista em elementos inesperados. Os assentos não convencionais, lustres bem grandes, enfim, algo que enriqueça a sua composição.

12. Ignore alguns princípios em favor da criatividade.

Ter orientações permite que as pessoas tenham um bom ponto de partida para a decoração de sua casa, mesmo que alguns deles não sejam assim tão práticos para um espaço em particular.

Então, na hora da dúvida, escolha algo pessoal que faz você sorrir e, acima de tudo, seja confortável.

 

Deixe uma resposta